O QUE É E.T.?

CABEÇALHO CAPA INTERNA

O que é Equitação de Trabalho?

        Modalidade criada por italianos e franceses com o objetivo de reunir, numa única competição, cavaleiros de diferentes países montando cavalos de diversas raças.

A Equitação de Trabalho tem como finalidade demonstrar o trabalho diário de campo, num simulacro de obstáculos e situações reais. O percurso deve ser cumprido com eficiência e segurança. Exige agilidade, entrosamento e equilíbrio entre cavaleiro e cavalo. É praticado por homens, mulheres e crianças.

Como é a prova?

        A competição é composta por quatro etapas distintas, três delas disputadas individualmente – Ensino – Maneabilidade – Velocidade, nas quais o cavaleiro monta sempre o mesmo cavalo. A quarta fase (Prova da Vaca) um prova semelhante ao “Team Penning” somente é disputada nas competições que tenham competições por equipe.

        A fase de Ensino é similar a prova de adestramento e demonstra as habilidades atléticas do cavalo, atendendo aos comandos do cavaleiro.

         A fase de Maneabilidade objetiva pôr em evidência a capacidade do conjunto em superar com tranquilidade, precisão, estilo e regularidade alguns obstáculos que reproduzem dificuldades encontradas no campo.

        A fase de Velocidade é similar a maneabilidade, mas precisa ser cumprida ao cronômetro.

        A fase da Prova da Vaca tem como objetivo a separação de uma rês de um lote e sua condução a outro extremo da pista. 

Quais as Categorias?

Categorias

As competições da CIA de Equitação de Trabalho estão divididas em 10 (dez) categorias distintas:

1.    Aberta Jovens Cavaleiros (Nível I).

2.    Aberta Amadores (Nível I);

3.    Mirim (Nível I);

4.    Amador (Nível I);

5.    Cavalos Novos A (Nível I); 

6.    Cavalos Novos B (Nível II);

7.    Aspirantes (Nível I) ;

8.    Preliminar (Nível II);

9.    Intermediaria (Nível III);

10.        Forte/Principal (Nível IV).  

RELAÇÃO DE OBSTÁCULOS PERMITIDOS PARA CADA NÍVEL  ACIMA RELACIONADO

 

Nível I

Porteira ou modelo corda;

Redil um lado;

Salto;

Retirar vara;

Coletar argolas de 12 a15 cm de diâmetro;

Depositar vara;

Sineta no final do corredor (sem obrigação de recuo);

Ponte e

Passo Lateral Simples (uma vara no chão).

 

Nível II

Porteira ou modelo corda;

Redil um lado;

Salto;

Retirar vara;

Coletar argolas de 12 a15 cm de diâmetro;

Depositar vara;

Sineta no final do corredor;

Ponte;

Passo Lateral Simples (uma vara no chão);

Baliza em Linha (mudança de pé simples);

2 Tambores (mudança de pé simples) e

Jarra de água.

Nível III

Porteira ou modelo corda;

Redil um ou dois lados;

Salto;

Retirar vara;

Coletar argolas de 12 a15 cm de diâmetro;

Depositar vara;

Sineta no final do corredor;

Recuar em um trajeto em “L ou Z”;

Ponte;

Passo Lateral;

Baliza em Linha (mudança de pé no ar);

2 Tambores (mudança de pé no ar);

Jarra de água;

Apear e

Vala com água.

Nível IV

Qualquer obstáculo descrito neste regulamento.

MAIORES INFORMAÇÕES VIDE REGULAMENTO 2014 PUBLICADO NESTE SITE

Anúncios

2 comentários em “O QUE É E.T.?

  1. Queria saber como montar uma pista de obstáculos. Medidas mínimas da pista? Medida entre obstáculos? Existe uma sequência a ser seguida ou pode ser aleatório? Onde consigo croqui para montar uma pista?

    • Olá Walker.
      Não existe uma sequencia fixa de obstáculos a não ser nas provas de Velocidade que já possui croqui fixo.
      Com relação aos obstáculos você pode ter todas as informações no Regulamento (disponível para download neste site) e também no ícone sobre obstáculos deste site.
      Atenciosamente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s