TRAJES – 2020

 

CABEÇALHO CAPA INTERNA

Definição dos Trajes para as Provas de Equitação de Trabalho

        Os trajes aceitos na modalidade seguem nas listas abaixo. A escolha do traje é livre (não existe necessidade de utilização de traje específico para determinada raça) desde que sempre respeitado o estilo utilizado nos equipamentos do cavalo, além da utilização de cobertura chapéu, boné ou capacete, bota ou botina com perneira, calça jeans ou semelhante e culote, camisa, camisa pólo ou camiseta.

        * O capacete é recomendado pela organização da ABET em todas as Fases e categorias. O capacete será aceito em qualquer traje sem dedução de notas. A ABET, embora coloque sempre a disposição ambulância em seus eventos, não se responsabiliza por possíveis acidentes agravados pela não utilização do capacete.

        Todos os conjuntos inscritos nas competições organizadas pela ABET devem estar cientes e concordar com o regulamento da competição.

        A ABET disponibiliza abaixo a lista de itens necessários para que o competidor seja avaliado.

Definição dos Trajes para as Provas de Equitação de Trabalho

NOTA 10 PARA OS CONCORRENTES DE ACORDO COM:

Traje Western usado com sela e cabeçada western (inclui sela tipo australiana, arreio, tralha de mula, etc):

Itens obrigatórios:

  • Camisa com manga longa e gola, com punho fechado;
  • Bota de cowboy;
  • Chapéu, Boné ou Capacete;
  • Calça jeans ou rancheira (não é permitido culote);
  • Cinto tipo western com fivela

Itens Opcionais:

  • Lenço;

Traje Português usado com sela Portuguesa ou Relvas e cabeçada portuguesa (fivelas quadradas):

Itens Obrigatórios:

  • Calça portuguesa com bota ou botina com perneira por dentro da calça;
  • Camisa branca de manga comprida, com gola e os punhos fechados;
  • Chapéu ou Capacete;
  • Colete;

Itens Opcionais:

  • Suspensórios;
  • Faixa de seda no lugar do cinto;

Traje Clássico usado com sela clássica ou Relvas e cabeçada clássica

Itens Obrigatórios:

  • Culote branco ou bege;
  • Camisa com gola de manga comprida com punho fechado, ou de manga curta ou sem manga (feminina) (não é permitido regata);
  • Gravata ou plastron brancos;
  • Cartola ou Capacete;
  • Bota comprida (é permitido o uso de perneira e botina caso o conjunto esteja com traje e equipamento de competições de Salto);
  • Cinto;

Itens Opcionais

  • Casaca;

Traje MUNDIAL 2011.

Conforme traje (masculino e feminino) confeccionado especialmente para participação da Seleção Brasileira de Equitação de Trabalho no mundial da modalidade (França 2011). Nas competições nacionais será autorizado o uso de selas clássicas para esse traje desde que com os demais itens que compõe o arreamento;

Traje Mangalarga Marchador usado com sela e cabeçada de passeio ou modelo ABCCMM

Itens obrigatórios:

  • Camisa com manga longa e gola, com punho fechado;
  • Camisa Pólo com ou sem a logomarca do Haras que representa;
  • Bota ou Perneira;
  • Chapéu, boné ou Capacete;
  • Calça jeans, de sarja ou brim (não é permitido culote);
  • Cinto.

Itens Opcionais:

Lenço.

Traje Mangalarga usado com sela e cabeçada de passeio ou modelo Mangalarga de Pista da ABCCRM

Itens obrigatórios:

  • Camisa com manga longa e gola, com punho fechado;
  • Camisa Pólo com ou sem a logomarca do Haras que representa;
  • Bota ou Perneira;
  • Chapéu, boné ou Capacete;
  • Calça jeans, de sarja ou brim (não é permitido culote);
  • Cinto.

Itens Opcionais:

Lenço.

Traje Crioulo ABCCC – Arreados gauchescos sendo (sela ou lombilho), cincha, pelego e sobrecincha devendo estar as duas barrigueiras sobrepostas. A cabeçada deverá ter testeira.

Itens obrigatórios:

  • Camisa com manga longa, com punho fechado;
  • Lenço no pescoço;
  • Guaiaca ou rastra;
  • Bombacha;
  • Bota;
  • Chapéu, boina ou Capacete;

Para as categorias Aberta Amador e Aberta Jovens Cavaleiros:

  • Camisa com gola (manga comprida, curta ou feminina sem manga) ou camisa pólo lisa ou camisa pólo uniforme da entidade representada;
  • Culote com bota longa ou botina e perneira ou calça jeans/rancheira com bota cowboy;
  • Cinto
  • Chapéu ou Capacete.

DEDUÇÕES

A sela é o que define o estilo, portanto:

  • Sela e cabeçada de estilos diferentes – dedução de 1 ponto
  • Sela e traje de estilos diferentes – dedução de 1 ponto
  • Sela e traje do mesmo estilo – cada item obrigatório faltante – dedução de 1 ponto.

OBS.: SERÃO ACEITOS OUTROS TRAJES/EQUIPAMENTOS DESDE QUE, AS RAÇAS QUE OS DESEJAREM USAR  ENVIEM À ABET UMA DESCRIÇÃO DOS MESMOS, ACOMPANHADA DE UMA FOTO OU DESENHO.

        Caso em determinada situação o campeonato seja patrocinado, é de obrigação da ABET fornecer a camiseta ou colete sem custo para os competidores. Essa informação deve constar no programa da prova obrigatoriamente.

 Obrigatoriedade de Capacete

        Caso haja realização de provas em centros hípicos que o capacete é obrigatório, esta informação deverá constar em destaque no programa da etapa.

Veja detalhes no Regulamento para Provas Completas 2020 disponível para download neste site.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s